segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Eu gosto de... BORBOLETAS!

Qual animal que eu mais gosto? Não posso dizer ao certo, mas sei que dentre os meus preferidos estão as borboletas.
Sim, gosto muito de borboletas. Mas não é uma simples admiração por um animalzinho bonito. Tenho meus motivos para achar as 'butterflies' muito interessantes.
Veja algumas características desses invertebrados que são muito legais:


1ª- Um tipo de borboleta especial, as belas-damas, têm uma característica bastante curiosa. Todos os anos, no início do inverno, essas borboletas fazem uma migração de quase 15 mil quilômetros, desde o gélido norte da Europa até a tropical África Ocidental. Para percorrerem essa distancia, são necessárias seis gerações de borboletas, que alcançam uma velocidade média de 45 km/h. Essa distancia é quase o dobro da que as monarcas percorrem no norte da América.



2ª-  As belas cores metálicas nas asas de algumas borboletas mudam dependendo do ângulo que são vistas. A cor das asas de certa espécie é tão pura e intensa que pode ser vista a uns 800 metros de distância. A borboleta Papilio blumei possui minúsculas fileiras concavas na sua asa, que permite que a luz seja refletida de várias maneiras. Mesmo que pesquisadores tentem imitar essa asa metálica, eles não conseguiram mais que uma réplica simples da superfície da asa dessa borboleta.

3ª- O sistema de navegação da borboleta-monarca é simplesmente incrível. Apesar de ter um cérebro do tamanho da ponta de uma caneta, ela consegue percorrer uma grande distancia. Adivinha qual é a bússola dessa borboleta? O sol. Sim, as monarcas usam o sol, juntamente com o seu 'relógio interno' para se guiarem rumo ao seu destino.

4ª- As asas de algumas espécies de borboletas são extremamente eficientes em coletar luz solarO segredo dessas espécies não está apenas no pigmento escuro de suas asas, mas também na estrutura de cada escama que cobre as asas. Essas escamas são microscópicas e têm uma superfície ondulada. Os 'vales' dessa superfície contém cavidades que se parecem com favo de mel. Já as 'montanhas' dessa superfície direcionam a luz que incide sobre elas para os 'vales'. Essa estrutura super engenhosa faz com que as asas da borboleta fiquem extremamente pretas. Mas não é só isso. Com esses coletores solares naturais, essas espécies conseguem ficar aquecidas, mesmo no frio.

Tem como não amar essa criaturinha mega eficiente?

Fonte: wol.jw.org

~Kate